WordPress.com ou WordPress.org?

11/08/2015 Planejamento, Programação & Design // domínio, host, layout, link building, wordpress

Você está pensando em ter um blog, mas não sabe por onde começar? Fica confuso entre as várias plataformas disponíveis? Ok, existem outras plataformas além do WordPresss, mas elas são tão inferiores que não recomendo a ninguém. Conheça então as diferenças entre WordPress.com e WordPress.org para saber identificar qual é a ideal para você. :)

Buttons WordPress.

Imagem: Reginald Tiangha, em CC-BY-2.0.

O WordPress, seja o .com ou o .org, é uma ferramenta para gerenciamento de conteúdo  – CMS – e é muito conhecido como um sistema para blogs. Mas as possibilidades do WordPress vão muito além dos blogs: nele é possível criar blogs e sites incríveis e inclusive lojas online. Gerenciar o conteúdo dos blogs, sites e lojas no WordPress é relativamente fácil e a plataforma é nativamente otimizada para os mecanismos de busca (blogs e sites construídos no WordPress sempre tiveram melhores resultados no Google do que o Blogspot, que era do próprio Google). Quanto ao layout, as possibilidades de personalização dependem da versão do WordPress que você escolher.

 

WordPress.com

O WordPress.com tem, na verdade, três modos: Free (gratuito), Premium ($ 99/ano), Business ($ 299/ano).

Planos do WordPress.com.

Planos do WordPress.com. Clique pra ampliar.

Versão Free

Como se vê na imagem acima, na versão Free você tem 3G de espaço para armazenar todos os arquivos do seu blog e pode contar com o fórum (em inglês) da comunidade WordPress. É fácil configurar, já tem instalado vários plugins úteis, oferece estatísticas e é possível fazer customizações básicas no layout. Parece ótimo, não? Tudo isso sem nenhum custo é realmente tentador. Só que há desvantagens também e elas têm um peso enorme caso seu objetivo seja ter um blog mais profissional, monetizado e, principalmente, que cause uma melhor impressão aos seus clientes.

A primeira e mais óbvia desvantagem é que você não pode ter um domínio personalizado, seu endereço ficaria www.seudominio.wordpress.com, sem que você possa tirar a palavra “WordPress” da URL. “Ah, mas depois que meu blog crescer eu mudo para uma versão que permita customizar a URL” – e aí você terá um trabalho insano para corrigir todos os permalinks e, mesmo corrigindo tudo, terá prejuízo no link building, portanto prejudicará sua indexação nos mecanismos de busca.

Outra grande desvantagem é a mesma que um dos problemas do Facebook: a plataforma não é sua, o conteúdo não está hospedado no seu servidor. Ok, o WordPress.com não tem termos de uso considerados sacanas como o Facebook, mas, ainda assim, continua não sendo interessante deixar seu conteúdo hospedado em um lugar sobre o qual você não tem controle.

Além disso, na versão Free as customizações de layout são bem limitadas. Você não pode ter um layout feito exclusivamente para você, pode apenas escolher um entre os layouts já disponíveis no WordPress.com e fazer pequenas customizações neles.

O WordPress.com versão Free é, na minha opinião, interessante para quem quer blogar despretensiosamente, sem grandes exigências na customização do layout e na criação de uma identidade de marca. Se sua intenção não é ter um blog mais profissional, sem muitas preocupações com layout e plugins e não pretende monetizar, então o WordPress.com versão Free é a correta para você.

Versões pagas

Para quem quer mais do que a versão Free oferece, vejamos as versões pagas. A de menor custo é a Premium: $ 99 por ano, que com a cotação atual na casa dos R$ 3,50, custaria em média R$ 346,50, o equivalente a R$ 28,87 por mês. Você terá mais espaço disponível, mais possibilidades de customização e poderá usar um domínio personalizado. Só que o domínio não está no pacote e, mesmo que estivesse, as versões pagas perdem muito na relação custo x benefício se comparadas ao WordPress.org. Vamos fazer as contas:

  • Um domínio .com.br, comprado no Registro.br, custa R$ 30,00 por ano.
  • Se optar comprar por um domínio .com, no GoDaddy custa R$ 39,99 (está em promoção por R$ 15,99 no momento em que escrevo esse post).
  • Você consegue ótimas hospedagens a partir de R$ 10,00/mês ou R$ 100,00/ano.

Considerando os valores acima, contratar uma hospedagem e usar o WordPress.org custaria, em média, R$ 130,00/ano para um domínio .com.br ou R$ 169,99/ano para um domínio .com. Menos da metade do preço da versão paga mais acessível do WordPress.com (nem vamos fazer as contas para a versão Business, já sabemos que é $ 200 mais cara). E, além dessa diferença gritante nos valores, ainda assim você não teria todas as vantagens e flexibilidade que o WordPress.org oferece. Mas o que o WordPress.org tem de tão especial?

 

WordPress.org

Agora sim! No WordPress.org você pode tudo – ok, quase tudo: não pode fazer o que é considerado ilegal (pirataria, incitar violência, praticar crimes de ódio, etc). No WordPress.org:

  • Você pode customizar  todo layout.
  • Você pode trocar o layout sempre que desejar.
  • Você pode instalar todos os plugins que considerar necessários.
  • É fácil de usar, basta um pouquinho de interesse e curiosidade em explorar o dashboard.
  • Além de já ser otimizado para buscas, você pode instalar plugins de SEO para otimizar ainda mais.
  • É fácil organizar o conteúdo do blog, site ou loja.

Além de todas essas vantagens, você tem controle total de todo seu blog/site/loja, isso é possível justamente porque você contrata um serviço de hospedagem. E o custo do host, como você já viu, é bem menor do que as versões pagas do WordPress.com.

E mais: o WordPress.org é um software livre, portanto milhares de programadores contribuem para desenvolver cada vez mais melhorias e funcionalidades, além de sempre surgirem novos plugins e atualizações dos excelentes plugins já existentes.

Os valores que você precisa investir para ter um blog ou site no WordPress.org você já sabe: custo do domínio (R$ 30,00/ano para domínios .com.br e/ou R$ 39,99/ano para um domínio .com) + custo da hospedagem (a partir de R$ 100,00/ano). Só com isso você já vai ter um blog, site ou loja muito mais bacanas do que no WordPress.com, mas se quiser profissionalizar ainda mais, especialmente se seu endereço online abrigar seu portfólio ou blog/site da sua marca (seja profissional autônomo, seja micro ou média empresa), pode também contratar um profissional de Mídias Sociais para ser braço direito nessa etapa tão importante do seu crescimento profissional. :)

E então, qual sua escolha: WordPress.com ou WordPress.org? Se tiver ainda restarem dúvidas ou se quiser alguém para lhe prestar consultoria, orientar decisões e planejar como seu site/blog deve ser, vamos conversar. Será um prazer participar do seu projeto. :)

Por

Lis Comunello

Publicitária e Social Media. Curitibana perdida em Floripa, troco o dia pela noite, sou chocólatra e louca por gatos.

Deixe seu comentário:

Tags

Ir ao topo