A internet é muito mais do que só o Facebook

17/07/2015 Redes Sociais, Reflexões // ética, facebook

Dislike.

Imagem: Joe The Goat Farmer, em CC-BY-2.0.

Quando se fala em internet, qual a primeira coisa que vem à sua cabeça? Do tempo que você passa online, quanto é dedicado ao Facebook? O artigo de hoje é uma reflexão importante para todos nós, mas é ainda mais essencial para quem usa a internet mais para o Facebook do que para qualquer outra coisa.

Bem-vindos à maravilhosa e medonha Zuckernet, da Bia Granja, é leitura obrigatória. Você vai descobrir, por exemplo, que o conteúdo que você lê no Facebook na verdade não é tão escolha sua quanto provavelmente pensa. E que a rede manipulou as emoções de milhares de pessoas para fazer um “estudo científico” (se eu não fosse tão defensora da norma culta da Língua Portuguesa teria usado dezenas de aspas agora).

Não quer dizer que você tenha que deletar seu perfil do Facebook, não estou sugerindo isso nem de longe. O que estou dizendo é que devemos refletir sobre o quanto nos acomodamos com ele, o quanto deixamos que nossas informações e contato com as pessoas (sejam amigos, sejam fãs da sua marca) dependam dele. O Facebook é a rede mais utilizada do momento e, por isso, mesmo quem não gosta da rede acaba permanecendo por lá – sempre estaremos onde os amigos estão, todos queremos comunicarmo-nos com os amigos. Mas não podemos esquecer que a internet não é só o Facebook, que há muito mais coisas acontecendo no mundo do que nos contam as notícias que circulam pelo Facebook.

Você já havia pensado sobre isso? Quanto do seu tempo online você passa no Facebook? Promete não resumir a internet ao Facebook e não depender da rede do tio Zuck para falar com seus amigos e fãs? :)

Por

Lis Comunello

Publicitária e Social Media. Curitibana perdida em Floripa, troco o dia pela noite, sou chocólatra e louca por gatos.

Deixe seu comentário:

Tags

Ir ao topo